MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Fogo Cruzado

Relator promete prioridade para projeto que institui subsídio ao transporte

Em 28/04/2022 às 11:30h

por Redação JM

Relator promete prioridade para projeto que institui subsídio ao transporte | Fogo Cruzado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Em reunião da FNP, Bulhões garantiu celeridade no tratamento da proposta que abrange Bagé e Candiota / Foto: Reprodução /JM

Em reunião com a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o deputado federal Isnaldo Bulhões, do MDB de Alagoas, adiantou, na terça-feira, 26, que deve apresentar, nos próximos dias, o relatório prévio do projeto de lei que destina R$ 5 bilhões ao financiamento da gratuidade oferecida a idosos no transporte público urbano. Candiota, pela projeção da FNP, pode receber R$ 267.242 e Bagé teria direito a R$ 5.082.984.

Bulhões assegurou a dirigentes da FNP que está “tratando da matéria de forma mais célere possível” e acredita que seu parecer deva ser votado já na próxima semana ou no máximo na outra. A intenção do parlamentar é garantir segurança ao texto e por isso indicou que deve propor algumas modificações no projeto aprovado pelo Senado, em fevereiro deste ano.

O relator deve deve articular sua posição com a equipe técnica da FNP e com o Fórum de Secretários de Mobilidade e, a partir de um consenso, apresentar o texto aos senadores envolvidos no projeto (Eduardo Braga, do MDB do Pará, e os autores da matéria, Nelsinho Trad, do PSD do Mato Grosso do Sul, e Giordano, do MDB de São Paulo), e com o presidente Rodrigo Pacheco, do PSD de Minas Gerais.

No Brasil, são os municípios que complementam o custeio do transporte público. A articulação dos prefeitos por uma alternativa de financiamento para o transporte foi intensificada durante a pandemia, quando o sistema passou a transportar uma parcela menor da população com a integralidade da frota na rua. “A situação é dramática e a saída para essa crise está no projeto”, defende o presidente da FNP, Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju, Sergipe.

O projeto que tramita na Câmara dos Deputados institui o Programa Nacional de Assistência à Mobilidade dos Idosos em Áreas Urbanas (Pnami), que, pela redação em análise, poderá repassar recursos do Orçamento da União a estados, Distrito Federal e municípios, garantindo a gratuidade para os maiores de 65 anos, prevista na Constituição, e tarifa menor para os outros usuários do serviço de transporte público coletivo, mantendo ao mesmo tempo o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão.

A proposta, na prática, modifica o Estatuto do Idoso para que o idoso possa apresentar qualquer documento com fé pública como prova de idade para cadastrar-se e garantir a gratuidade do transporte coletivo. Os senadores autores do projeto, na justificativa apresentada, argumentando pela aprovação, salientaram que a pandemia de Covid-19 impactou o equilíbrio financeiro do transporte público nos estados e nos municípios.

Galeria de Imagens
Leia também em Fogo Cruzado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br