MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Esportes

Técnico do Guarany expõe fatores de goleada na estreia no Gauchão Feminino

Em 02/08/2022 às 15:07h
Yuri Cougo Dias

por Yuri Cougo Dias

Técnico do Guarany expõe fatores de goleada na estreia no Gauchão Feminino | Esportes | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Treinador apontou condições para jogar fora de casa - Foto: Yuri Cougo Dias

Os elásticos 13 a 0 que o Guarany sofreu para o Flamengo, na tarde de domingo, dia 31, em Tenente Portela, pela estreia do Gauchão Feminino, repercutiu nas redes sociais. Como forma de esclarecer os fatores que, na visão dele, influenciaram a goleada, o técnico Cleo Moura concedeu entrevista ao JM.

De início, Moura reconheceu que, embora qualquer adversidade, o resultado foi exagerado. Contudo, cita alguns acontecimentos. O primeiro é a qualidade do adversário: o Flamengo disputou neste ano o Brasileirão A-3, tendo chegado até as oitavas de final. Mas falando do time do Guarany, o treinador afirma que o desgaste com a viagem atrapalhou bastante. “Saímos para viajar no sábado, às 23h, chegamos às 8h30min na cidade e direto, tomamos café da manhã. Depois, ficamos numa praça até a hora de almoçar. Várias atletas não conseguiram dormir. Fomos num micro-ônibus apertado. No aquecimento, duas meio-campistas sentiram e foram no sacrifício”, relata.

A equipe também tinha cinco desfalques de atletas titulares. “Nosso time ficou com estatura muito baixa. Várias meninas estrearam em Campeonato Gaúcho. Nossa zaga nunca tinha treinado junta. E o nervosismo atrapalhou muito, principalmente nos primeiros gols. Isso não é desculpa, mas é a realidade do que aconteceu. O Flamengo é a melhor equipe do interior disparado. Tem atletas de SC, Porto Alegre e região Serrana. Elas veem na sexta-feira, ganham estadia, alimentação e as passagens para vir. É um projeto muito sério e bem treinado”, frisa.

Agora, o Guarany volta a campo no dia 14 de agosto, às 15h, contra o Elite, de Santo Ângelo, fora de casa. Depois, pelo returno no dia 21, às 15h, enfrenta mais uma vez o Elite, no Estrela D’alva. Por fim, o Flamengo, no Estrela D’alva, com data a ser definida. Dos três times, dois se classificam para a segunda fase, que será jogada num formato de hexagonal.

Galeria de Imagens
Leia também em Esportes
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br