MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Saúde

Ministério da Saúde alerta para necessidade de cuidado extra durante a frente fria

Em 07/07/2024 às 06:05h
Giana Cunha

por Giana Cunha

Ministério da Saúde alerta para necessidade de cuidado extra durante a frente fria | Saúde | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Anderson Ribeiro/Especial JM

Mais um fim de semana de temperaturas negativas no Rio Grande do Sul e com o alerta do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de frio intenso para diversas regiões do Rio Grande do Sul. E, por isso, o Ministério da Saúde fez um alerta para ameaças como a hipotermia e as doenças respiratórias.

De acordo com a previsão, as temperaturas poderão oscilar entre 0º C e 5º C durante as madrugadas e se estenderão pelos próximos dias. A próxima semana deve ter máximas que não vão passar dos 13 graus na região da Campanha.  A disseminação de vírus causadores de infecções como gripe, resfriados e Covid-19 é facilitada pelo clima frio, que leva as pessoas a ficarem mais tempo em ambientes fechados e mal ventilados, aumentando a transmissão de agentes infecciosos.

Preocupações
A hipotermia é uma das grandes preocupações. É uma condição, que se caracteriza pela redução da temperatura corporal abaixo dos 35°C, pode ocorrer rapidamente em condições de frio intenso, especialmente quando acompanhada de ventos fortes e umidade elevada. Os sintomas incluem: palidez, tremores intensos e extremidades geladas, como mãos e pés e pode levar à morte.

Orientações diante do frio intenso:

  • Hidrate-se bem: Embora menos perceptível no frio, a desidratação ainda pode ocorrer durante o período de baixas temperaturas. É aconselhável beber bastante água e evitar bebidas alcoólicas, que podem aumentar a perda de calor corporal.
  • Agasalhe-se: Para reter o calor corporal, é recomendável se vestir em camadas para se proteger das baixas temperaturas. Use roupas térmicas, casacos, luvas, gorros e cachecóis para resguardar as extremidades, que perdem calor mais rapidamente.
  • Cuidados com a pele: O forte frio pode causar ressecamento da pele. É recomendável utilizar hidratantes para evitar rachaduras e irritações.
  • Cuidados com aquecedores: Ao utilizar aquecedores, certifique-se de que estejam em boas condições e mantenha uma ventilação adequada para evitar intoxicação por monóxido de carbono.
  • Proteção dos pés e extremidades: Use calçados impermeáveis e meias de lã para manter os pés secos e quentes, prevenindo frieiras e hipotermia.
  • Faça atividades físicas em casa: Se possível, faça exercícios leves em casa para manter a circulação e a temperatura corporal.
  • Evite sair de casa sem necessidade: Limite as atividades ao ar livre durante os períodos mais frios, especialmente para os grupos mais vulneráveis.

A prevenção

Manter a vacinação em dia, especialmente contra gripe e pneumonia, é importante para reduzir o risco de complicações respiratórias. Práticas simples como lavar as mãos com frequência e evitar tocar o rosto também ajudam a prevenir infecções.

Além disso, pessoas mais vulneráveis como idosos, crianças e indivíduos com doenças crônicas, estão mais suscetíveis à hipotermia e devem receber atenção especial durante períodos de frio intenso. A médica da Força Nacional do SUS, Raquel Ruthes,  alerta: "A indicação é manter os ambientes bem aquecidos, ingerir bebidas quentes e reduzir a exposição ao frio. Caso a temperatura corporal não aumente, é importante buscar ajuda médica imediatamente".

Ela também afirma que pequenos cuidados possuem grande impacto no cuidado ao lidar com frio intenso. “Em tempos de frio intenso, a conscientização e a prevenção são as melhores aliadas para proteger a saúde e o bem-estar. Adotar medidas simples, mas eficazes, pode reduzir os riscos e permitir enfrentar o inverno rigoroso de forma mais segura e saudável”, finaliza.

Fonte da Matéria: Ministério da Saúde
Galeria de Imagens
Leia também em Saúde
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 9931-9914

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br