ANO: 23 | Nº: 5791
14/09/2017 Cidade

Programa Educonexão é lançado em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Cerca de 100 profissionais irão participar da qualificação
Cerca de 100 profissionais irão participar da qualificação

O convênio de cooperação técnica entre o Instituto NET Claro Embratel, o Instituto Crescer e a Secretaria Municipal de Educação e Formação Profissional (Smed), foi assinado, ontem, no Palacete Pedro Osório. O programa, denominado Educonexão, tem como objetivo capacitar professores da rede municipal para utilização das tecnologias digitais nas escolas e promover a formação de docentes em novas tecnologias de ensino. A iniciativa integra uma série de projetos da área de responsabilidade social das operadoras.
De acordo com a coordenadora de projetos do Instituto Claro Net Embratel, Patrícia Sanches, o Educonexão, que é o maior projeto da entidade, tem a cultura, a educação e a cidadania como pilares. Ela salienta que o projeto doa 60 megabytes de internet banda larga e dois pontos de TV por assinatura para auxiliar os alunos e professores, além de proporcionar formação em parceria com o Instituto Crescer. “É uma maneira da tecnologia estar a serviço do desenvolvimento social”, disse.
O Educonexão é realizado a distância e composto por quatro encontros presenciais de oito horas. Cerca de 100 professores terão a oportunidade de aprender a utilizar tecnologias digitais em práticas pedagógicas, incluindo apresentações de slides e materiais para blogs, totalizando uma carga horária de 80 horas (32h presenciais, 4h de palestras e 44h de interações online).
Conforme a diretora do Instituto Crescer, Luciana Maria Allan, a instituição trabalha com educação há 17 anos e há seis mantém a parceria com a NET Claro Embratel. Ela salienta que durante os encontros de formação, cada um terá seu papel. “O maior objetivo é buscar novas estratégias de ensino, gerando, assim, novas maneiras de ensinar e aprender”, pontua.
O projeto já impactou cerca de 38 mil estudantes em 13 estados. Segundo o coordenador técnico da NET em Bagé, Celso de Leon, o programa irá contribuir para a inclusão dos alunos do município. “Os pontos de internet banda larga e TV por assinatura para as escolas da rede municipal serão instalados conforme viabilidade técnica de cada endereço”, explica.
A diretora geral da secretaria, Rita Lopes, ressalta que o órgão está em constante trabalho de formação e as capacitações são indispensáveis para que os professores desenvolvam atividades ligadas à tecnologia.
As escolas que receberão o projeto em Bagé são: Luiz Maria Ferraz, Dr Penna, Nossa Senhora do Carmo, Professor Frederico Petrucci, Marianinha Lopes, Zezé Tavares e Pequenino Vicente de Paula, Antenor Gonçalves Pereira (tanto diurno quanto o técnico), Cândido Bastos, João Severiano da Fonseca, Fundação Bidart, Marechal José de Abreu, Marechal Mascarenhas de Moraes, Manoela Teilelroit, Padre Germano, Paulo Freire, Pérola Gonçalves, Professor Miranda, Santos Dumont, São Pedro, Téo Vaz Obino e Visconde Ribeiro de Magalhães.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...