ANO: 24 | Nº: 5959
13/03/2018 Cidade

Servidores da Agência de Bagé participam do primeiro dia da greve dos Correios

Foto: Tiago Rolim de Moura

Servidores se reuniram na Praça de Esportes
Servidores se reuniram na Praça de Esportes

O primeiro dia da greve dos Correios em todo o País teve adesão parcial dos servidores de Bagé, o que gerou novas filhas junto à agência, localizada na avenida General Osório, 1251. Pela manhã, um grupo formado por dez funcionários da empresa se reuniu na Praça de Esportes. A escolha do local, conforme foi mencionado na ocasião, foi para não atrapalhar a movimentação em torno da unidade de atendimento.

Bagé faz parte da jurisdição da subsede de Pelotas do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect-RS). De acordo com o diretor da subsede, Henrique Andrade Torales, até o momento que foi contatado, o sindicato ainda não tinha um balanço de quantos funcionários aderiram à greve na região.  

No fim da tarde de ontem, segundo Torales, autoridades da entidade se reuniriam na sede em Pelotas, para fazer as contagens. Na oportunidade, os representantes do sindicato também acompanhariam o início do julgamento das modificações dos planos de saúde pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). A intenção da empresa é aumentar a cobrança mensal do plano de saúde de 7% a 25% e conforme a idade do servidor, além da retirada de pai e mãe como dependentes nos planos.

Além de ir contra as modificações no plano de saúde, a greve também tem o objetivo de protestar contra as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), a terceirização na área de tratamento, a privatização da empresa, a suspensão das férias dos trabalhadores, a extinção do diferencial de mercado, a redução do salário da área administrativa e também contra o fechamento das agências sombreadas.

A categoria defende, ainda, a contratação de novos funcionários via concurso público e o fim dos planos de demissão. Segundo Torales, há um deficit de 14 mil servidores dos Correios no País. Em Bagé, segundo ele, é necessária a contratação de mais 10 trabalhadores para atender a demanda das zonas em aberto.  

No último contato entre o Jornal MINUANO e a assessoria de imprensa dos Correios, a empresa informou que, nas próximas semanas, pretendia efetuar 195 contratações temporárias para as unidades de distribuição do Rio Grande do Sul, sendo que cinco trabalhadores seriam destinados especificamente para o Centro de Distribuição Domiciliária (CDD) de Bagé.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...