ANO: 25 | Nº: 6332
27/04/2018 Cidade

Levantamento de dados antecipará criação de ações voltadas às pessoas com deficiência

Um projeto apresentado, nesta semana, pelo setor de inclusão da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi), pretende levantar dados para a criação de ações de políticas públicas voltadas aos deficientes. A iniciativa, idealizada pela responsável pelo setor, Cimone Barbosa Gonzales Halberstadt, e pela voluntária da Associação Bajeense de Pessoas com Deficiência (Abadef), Vitória Vasconcelos, aborda a ideia de um software de captação de dados em toda a rede da Prefeitura de Bagé.

Conforme a responsável pelo setor, o programa irá recolher os dados desses cidadãos para ter um levantamento de quantos deficientes residem na cidade e quais são suas especificidades, além de onde moram e quais tipos de serviço utilizam. Respeitando a privacidade dessas pessoas, assim que instalado o recurso, a população terá acesso livre às informações, que também integrarão os cadastros do Código Internacional de Doenças (CID) e Código Internacional de Funcionalidade (CIF).

Cimone explica que, partir do diagnóstico, o município poderá ampliar a efetividade das ações e políticas voltadas para o grupo, em diversos setores, como saúde, educação, assistência social, habitação e mobilidade urbana.

A próxima etapa, de acordo com Cimone, será definir onde e como será implantado o projeto. Para isso, será realizada, na próxima semana, uma reunião com o setor técnico da Smasi. A idealizadora conta que a iniciativa deve "ajudar a minimizar as barreiras arquitetônicas" e garantir melhor acesso dessas pessoas a vários setores da sociedade.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...