ANO: 25 | Nº: 6406
28/04/2018 Cidade

Aplicativo permite acesso aos serviços do Sine Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Em pleno funcionamento em Bagé, o aplicativo Sine Fácil permite que seus usuários visualizem as vagas de emprego disponibilizadas nas agências da região, através de qualquer smartphone ou tablet conectado à internet.
Desenvolvido a partir de uma parceria entre o Ministério do Trabalho e a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), o Sine Fácil também possibilita que os trabalhadores agendem entrevistas de emprego, visualizem agendamentos, verifiquem direito do Abono Salarial e consultem situação do seguro-desemprego.
Conforme o coordenador do Sine em Bagé, Marcelo Nalério, o aplicativo representa a democratização da intermediação de mão de obra, possibilitando que pessoas realizem o procedimento de maneira rápida e eficiente, sem precisar se locomover até a agência.
O Sine Fácil é destacado pelo coordenador como uma das principais apostas da agência na Rainha da Fronteira para auxiliar a descongestionar as suas atividades e impedir a mobilização desnecessária daqueles que desejam verificar oportunidades ou realizar outros procedimentos ligados ao órgão.
As vagas de emprego que aparecem no aplicativo são filtradas conforme o que o trabalhador tiver preenchido no campo “Objetivos Profissionais”. Quem se interessar pelas vagas poderá, pelo próprio aplicativo, se candidatar a elas. Ao agendar horário e dia de entrevista, esse agendamento ficará salvo no aplicativo e poderá ser consultado no campo Agenda de Entrevistas.

Como baixar
Para baixar o aplicativo, os usuários devem entrar na loja de aplicativos do seu smartphone, pesquisar “Sine Fácil”, e baixá-lo gratuitamente. Nalério salienta que é importante se certificar que é o aplicativo correto, com o nome "Sine Fácil" e logo com a bandeira nacional.
Entrar como cidadão

Para acessar as informações, existem duas alternativas. Na primeira, entrando como “cidadão”, todo o processo poderá ser feito pelo smartphone. O trabalhador irá informar os dados pessoais e as informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis).  
Logo após, o trabalhador será direcionado a responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico laboral. Por isso, é importante ter em mãos a Carteira de Trabalho física ao tentar instalar o aplicativo mobile. É preciso acertar pelo menos quatro das cinco perguntas. Em seguida, será recebida uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso. Caso o usuário não consiga acertar as respostas, terá de aguardar 24 horas para uma nova tentativa ou entrar em contato com a central 135 do INSS para auxílio.

QR Code

Para esse caso, o trabalhador deve ir até a agência com a carteira de trabalho e documentação de identidade. A partir do atendimento, será recebido um documento com o código de acesso individual. Nalério afirma que embora necessite a locomoção, esse modo garante mais segurança às informações e agilidade no atendimento.
Após instalar o aplicativo no seu celular ou tablet, o trabalhador deverá digitalizar o código utilizando a câmera fotográfica do aparelho celular. Depois de acessar, o usuário precisará preencher seus dados pessoais principais e as informações de contato.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...