ANO: 25 | Nº: 6460
05/07/2018 Fogo cruzado

Crédito para cultura, educação e infraestrutura depende de sanção

Com a aprovação dos vereadores, durante roteiro de sessões extraordinárias, realizadas na terça-feira, 3, nove leis que dispõem sobre aberturas de créditos especiais no orçamento municipal podem ser sancionadas pelo prefeito de Bagé, Divaldo Lara, do PTB. A legislação totaliza R$ 1,6 milhão entre adequações orçamentárias e repasses formalizados pelo governo federal para diferentes áreas da administração.
Quatro leis abrem créditos de R$ 320.459,07, R$ 19.937,56, R$ 10 mil e R$ 300 mil para manutenção de projetos da áreas da educação. A Câmara aprovou a utilização de um repasse de R$ 269.556,50, vinculado ao Programa de Apoio Financeiro aos Municípios (AFM), do governo federal, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Os parlamentares autorizaram a abertura de crédito de R$ 199.940,00 para aquisição de um ônibus escolar acessível.
O vereador Antenor Teixeira, do PP, que questionou a falta de documentos, durante apreciação na Comissão de Orçamento, Finanças e Contas (CFO), votou a favor de todas as aberturas de crédito, salientando que reconhecia o mérito das propostas. O progressista acompanhou os outros vereadores na aprovação de R$ 127.372,50 para a aquisição de equipamentos agrícolas, na abertura de crédito de R$ 120 mil para projetos vinculados à área da cultura e na liberação de R$ 312 mil para ações estratégicas de articulação intersetorial do Programa Criança Feliz.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...