ANO: 24 | Nº: 6110
22/08/2018 Cidade

Urcamp recebe nota máxima na avaliação do MEC

Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

Urcamp passa ser o único Centro Universitário do Rio Grande do Sul a conquistar a nota cinco
Urcamp passa ser o único Centro Universitário do Rio Grande do Sul a conquistar a nota cinco
Eram pouco mais que 14 horas quando o grito entusiasmado de "Nós somos cinco!" ecoou pelo corredor no segundo piso do prédio central, onde funciona a parte administrativa e acadêmica da Urcamp. Em menos de um minuto, o tom festivo tomou conta dos demais espaços. O saguão foi o ponto de encontro de professores, técnicos, colaboradores e alunos. Todos estavam reunidos para comemorar a nota máxima (5,0) liberada pelo Ministério da Educação – MEC, através do Emec, sistema onde são publicadas as notas das avaliações institucionais, conforme explica a pesquisadora institucional da Urcamp, Elis Helena Aguzzi Cougo Dias.

A euforia tem justificativa. Marcando presença na região há mais de 60 anos, a Urcamp tem mantido a oferta de Ensino Superior nas regiões da Campanha e Fronteira Oeste desde o tempo em que os governos não se aventuravam na garantia de acesso ao ensino universitário. Por isso, a reitora Lia Quintana diz orgulhosa que a Urcamp é fruto das demandas da comunidade e para ela volta suas atenções. "O trabalho da Urcamp começa focado em sua finalidade de formar profissionais de nível superior, mas se estende à comunidade, apoiando e promovendo eventos e projetos de extensão que têm resultado direto no futuro e no desenvolvimento da região", afirma. "Quando o MEC reconhece com nota máxima este trabalho, nós ficamos muito felizes porque sabemos que estamos no rumo certo, que podemos contar com a melhor das equipes que um gestor poderia sonhar", afirma.

A avaliação

A Urcamp recebeu a visita de três avaliadores do Ministério da Educação nos últimos dias 13, 14 e 15. Durante estes dias, os representantes do ministério revisaram documentos, analisaram estatutos, plano de desenvolvimento institucional e promoveram visitas detalhadas a laboratórios, salas de aula e espaços de convivência oferecidos pela instituição comunitária de Ensino Superior. A visita in loco faz parte do processo de recredenciamento da instituição junto ao MEC, necessária para dar continuidade aos serviços prestados pela Urcamp em sua área de atuação. A proposta da instituição foi a de recredenciar-se alterando a organização acadêmica de universidade para centro universitário, o que transformou-se em realidade com a aprovação dos avaliadores.

Mas para alcançar o objetivo do recadastramento, a Urcamp vem trabalhando desde a primeira gestão da reitora Lia Quintana no sentido de equacionar dívidas históricas tendo por base, entre outras medidas, o seu redimensionamento institucional. Isso permitiu manter as folhas de pagamento em dia e conquistar acordo com a Justiça do Trabalho para a quitação continuada dos passivos trabalhistas. "Foi com as medidas de ajuste financeiro e administrativo que pudemos avançar em propostas inovadoras na área acadêmica. O resultado foi dobrado: garantimos a recuperação da credibilidade da Urcamp junto à comunidade interna e externa e, também, tivemos nosso esforço reconhecido pelo mais criterioso processo de avaliação que existe, o do próprio Ministério da Educação", revela a reitora Lia.

A pró-reitora de Ensino da Urcamp, professora Virgínia Dreux, avalia o esforço coletivo para que se chegasse a este quadro. "Foi mais de um ano de trabalho até recebermos essa avaliação, entre atualização de documentos, melhorias na infraestrutura, acervo das nossas bibliotecas virtual e física, adequação no quadro de professores e inclusão de novas tecnologias, então esse reconhecimento é para todos nós, professores, colaboradores e alunos, e isso representa o ápice da nossa gestão", avalia.

Nesse sentido, a organização encontrada pelos avaliadores foi resultante de um processo interno de conscientização e de apoio às medidas adotadas. Cada membro da equipe foi mobilizado a cumprir com metas de trabalho e de organização que levaram a instituição ao melhor desempenho dentro dos limites disponíveis. Dividida em 10 dimensões previstas no Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes), distribuídas em cinco eixos pelo MEC, a avaliação resultou em análises positivas pelos avaliadores, como demonstram as manifestações da comissão: "... ficou claro o perfil extensionista da Urcamp, destacam-se as ações de cunho social desenvolvidas pela IES como a Casa da Menina que atende meninas em situação de vulnerabilidade, além disso a IES tem um papel histórico-cultural muito importante para a região como a manutenção do Museu Dom Diogo de Souza, preservando as memórias do seu povo."
Sobre a equipe e ambiente de trabalho a comissão dissertou: "Destaca-se a cordialidade e organização dos colaboradores da instituição frente à visita in loco, quando foi disponibilizado todos os documentos suficientes para que a comissão pudesse desenvolver seu trabalho da maneira mais eficiente possível. Ficou claro nas entrevistas com toda a comunidade acadêmica que a IES sabe de suas limitações, as reconhece e que está trabalhando para corrigi-las no decorrer dos anos seguintes, conforme metas do seu PDI 2018-2022".
Com esse resultado, a Urcamp passa ser o único Centro Universitário do Rio Grande do Sul a conquistar a nota cinco, nota máxima do MEC.

Prefeito Divaldo Lara parabeniza 

"Quero parabenizar a Urcamp pela nota do recredenciamento junto ao MEC, nota cinco, nota máxima, merecida por todo o trabalho, toda a eficiência na gestão, na equipe comprometida e esse trabalho que fizemos entre instituições somando esforços para o crescimento coletivo. Fico feliz de ter deixado minha contribuição nesse grande projeto que é um projeto de crescimento e expansão da nossa instituição, que tenho certeza, com esta nota vence mais uma etapa. Bagé entra num novo ciclo com essa nova Urcamp. Virtuoso! De desenvolvimento em todas as áreas e segmentos. Parabéns à Urcamp!"

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...