ANO: 25 | Nº: 6236
23/08/2018 Cidade

Bagé tem mais de 68 mil veículos

Foto: Tiago Rolim de Moura

Número de automóveis e motos é de mais de 54 mil
Número de automóveis e motos é de mais de 54 mil
A dificuldade de trafegar em horários de abertura e fechamento do comércio, bem como durante saída e entrada das escolas, é visível no centro de Bagé. A situação é imposta, em parte, devido ao crescimento da frota de veículos que circulam pelo município. Em 10 anos, o número de veículos cresceu em 28.322 unidades, de acordo com o registro do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS).
Em 2008, a frota de Bagé era de 39.736 e, neste ano, até julho, o número é de 68.058. Somente entre automóveis e motos, o município contabiliza 54.692. Também conta com 1.754 caminhões, 2.603 reboques, 614 ônibus e micro-ônibus, 29 tratores e 8.306 utilitários e caminhonetes. Se for levada em conta a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que em 2016 apontou 121.986 bajeenses, a média atual é de um veículo para cada 1,79 habitante.
O crescimento da frota tem como marco o ano de 2009, quando foram emplacados cerca de 3,5 mil veículos.

Demanda por mobilidade

Uma das soluções para o trânsito é a execução do Plano Diretor de Mobilidade Urbana. A Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade (SSM) está desenvolvendo algumas mudanças para minimizar as dificuldades nos principais pontos de fluxo, em especial os que registram tráfego intenso nos horários de pico.
De acordo com o titular da pasta, Luís Diego Soares, entre as medidas para desafogar o trânsito estão as vias de mão única e a implantação de semáforos. Para isso, já foram realizadas algumas mudanças. Ele destaca que já foram adquiridos novos semáforos, que serão implantados na rua Alan Kardec com Marechal Floriano, e também na General Osório com Salgado Filho. Ainda haverá mudança nas ruas Caetano Gonçalves e Vinte de Setembro, que passarão a ser de de mão única, desafogando, segundo ele, a avenida Presidente Vargas.
Soares também comenta que a retirada dos veículos pesados da área central da cidade é outra solução projetada. O secretário conta que a Secretaria de Desenvolvimento Rural está recuperando as duas pontes do Corredor das Tropas, com a execução de terraplanagem e cabeceiras. "Esta opção irá ajudar a melhorar o trânsito no centro da cidade, pois alguns veículos pesados poderão utilizar esta estrada", explica.
Ele frisa que a facilidade na compra de veículos reflete em todas as cidades e é preciso investir, também, em um transporte público de qualidade.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...