ANO: 25 | Nº: 6360
17/09/2018 Cidade

Feira comercializa produtos orgânicos, agroecológicos e coloniais

Foto: Tiago Rolim de Moura

Produtos com qualidade nutricional diferenciada foram comercializados
Produtos com qualidade nutricional diferenciada foram comercializados

A primeira edição da Feira Orgânica, Agroecológica e Colonial promovida pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, movimentou o largo do Centro Administrativo de Bagé ontem. Mais de 30 produtores e empresários participaram do evento. Nas primeiras horas da manhã, alguns produtos como ervilha, ovos e cenoura já estavam em falta.
Conforme o secretário Bayard Paschoa Pereira, a exposição visa fortalecer e estimular as pessoas a consumirem produtos de qualidade nutricional e também a agricultura familiar, localizadas no cinturão verde do município. A feira tembém estimula comércios que já trabalham com produtos orgânicos e agroecológicos.
Durante a feira, foram comercializados queijos coloniais, salame, iogurte, manteiga, mel, bebida láctea, pães, diversificação de doces, linguiça, ovos de granja, entre outros produtos rigorosamente regularizados pelo Serviço de Inspeção Municipal. Bayard salienta que a meta é realizar feiras bimestrais com esses produtos diferenciados.
O secretário explica que esse tipo de ação integra as metas da secretaria que busca criar oportunidades para as pessoas que querem empreender, criando espaços adequados de comercialização, gerando renda e movimentando a economia da região. “Através do Programa de Fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs), estamos trabalhando os diversos setores da economia local. Agora, chegou a vez dos orgânicos e agroecológicos”, ressalta.
De acordo com o produtor Vanderlei Caldeira, o movimento começou nas primeiras horas, quando a feira ainda estava sendo montada. Ele levou vários produtos, como ervilha, cenoura, alface e laranja, que foram comercializados na parte da manhã. A empresária Nilza Machado levou produtos orgânicos e integrais. Ela é pioneira em Bagé com esse tipo de comércio. “Temos loja há 10 anos e desde que montamos o estande o movimento foi muito bom”, relata.
O evento contou com a participação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul (Emater/RS), e apoio da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação, que após a publicação de portaria, possibilitou a ampliação da comercialização de produtos regionais na feira.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...