ANO: 25 | Nº: 6357
05/11/2018 Cidade

Jornal Minuano presente em congresso dos diários do interior do RS

Foto: Marcelo Rodriguez Barboza/ Especial JM

Rafael Hoff falou sobre fake news
Rafael Hoff falou sobre fake news

A equipe do Jornal Minuano participou do 20º Congresso dos Diários do Sul do Brasil, promovido pela Associação dos Diários do Interior do Estado (ADI), em Sant’Ana do Livramento, durante o final de semana. Esta edição teve como tema "Modernidade - O desafio da inovação". As atividades se concentraram no sábado, no Centro de Eventos do Hotel Jandaia, e contaram com a participação de representantes dos 25 jornais que compõem a ADI.
O presidente da associação, Eládio Vieira da Cunha, abriu a atividade reiterando a importância de atualizações constantes para garantir a qualidade e continuidade do Jornalismo praticado no interior do Rio Grande do Sul, através da troca de experiências com figuras de expressão no meio da comunicação no Brasil. “É extremamente necessário que possamos alinhar ideias, pensamentos e esforços para que possamos encontrar melhores caminhos para desenvolver a indústria jornalística”, destacou.
O primeiro palestrante do dia, Tiago Afonso, ressaltou a importância da área comercial para sobrevivência do jornal em meio à crise que a indústria da comunicação atravessa. Afonso, atualmente, é o diretor de Desenvolvimento Comercial e Digital do Grupo Globo. “O meio digital é onde as pessoas passam a maior parte do seu dia. Ou seja, as pessoas já estão lá, nós só precisamos achar um meio de atrair a atenção delas para ganhar dinheiro com distribuição de conteúdo nos meios digitais”, disse.
A seguir, Ernesto Bernardes, que atuou como diretor executivo e repórter de publicações como Veja, Época, IstoÉ Dinheiro e Quatro Rodas, explicou os novos caminhos possíveis que se abrem para o mercado jornalístico com Branded Content, ou conteúdo de marca, além de fazer um resgate histórico desta ferramenta e sua retomada na última década. “Esta é uma das formas para superar dificuldades e garantir novos formatos de receita para as empresas jornalísticas”, destacou.
À tarde, o jornalista Rafael Hoff trouxe à discussão um dos assuntos mais comentados no Brasil nos últimos meses, fake news, e a importância e responsabilidade do Jornalismo de combater esses casos, que têm se mostrado cada vez mais sofisticados.
Além disso, destacou o papel extremamente relevante do jornalismo impresso na averiguação de dados e informações, justamente por ter mais tempo hábil para confirmação, ao contrário da instantaneidade da internet. “Os brasileiros têm um crescente comportamento de se informar digitalmente. Mas os conteúdos dos meios digitais não têm filtro para fake news”, afirmou.
A última palestra do dia ficou a cargo do ex-diretor do ClicRBS, ex-editor executivo da Zero Hora, correspondente na Itália do jornal O Globo e ex-editor da Veja, Eduardo Tessler, que falou sobre as formas de sobrevivência do jornal impresso frente às constantes inovações tecnológicas. “A audiência segue ali, mas está deixando de pegar o papel por não ter a possibilidade de interagir com ele, como tem nas redes. Para manter o Jornalismo, em uma época em que todos são geradores de conteúdo, é preciso garantir a qualidade e diferencial de conteúdo para atrair e manter o vínculo com o leitor”, finalizou.
Já à noite, aconteceu a premiação das reportagens do ano, em concurso realizado pela ADI. 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...