ANO: 26 | Nº: 6576
22/12/2018 Cidade

Bioma em foto

Foto: Luiz Liberato Costa Corrêa/EspecialJM

Exemplar da foto foi fotografado pelo doutor em Biologia Luiz Liberato Costa Corrêa, egresso do curso de Ciências Biológicas da Urcamp
Exemplar da foto foi fotografado pelo doutor em Biologia Luiz Liberato Costa Corrêa, egresso do curso de Ciências Biológicas da Urcamp
Crypturellus noctivagus, o jaó-do-sul, é uma ave florestal endêmica do Brasil, considerada "Ameaçada de extinção" devido a fragmentação dos habitats e a caça. Podendo pesar até 800 gramas, apresenta uma dieta preferencialmente de frutas, sementes e pequenos invertebrados encontrados no solo da floresta. Devido à sua coloração e o hábito de vocalizar no período reprodutivo (entre primavera e verão) chegam a passar despercebidos fora deste período, até mesmo por pesquisadores experientes. No Rio Grande do Sul, o jaó é representando apenas por uma pequena população relictual no Pampa, considerada assim ao nível regional como "Criticamente em perigo de extinção". Quaisquer informações sobre a presença dessa espécie no Estado deve ser reportada, ampliando o conhecimento de sua distribuição, com vistas a sua conservação. Para saber mais sobre essa ou outras espécies da flora e fauna do Bioma Pampa, entre em contato com o curso de Ciências Biológicas da Urcamp, pelo telefone (53) 3242 8244, no ramal 212.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...