ANO: 25 | Nº: 6309
19/03/2019 Cidade

Mudança solicitada por ambulantes no Centro Popular de Compras será atendida

Foto: Tiago Rolim de Moura

Estruturas terão abertura para a via
Estruturas terão abertura para a via
As reivindicações dos ambulantes que devem atuar no Centro Popular de Compras, construído no Calçadão de Bagé, serão atendidas pelo Executivo. O grupo solicitou alterações no projeto, pedindo para que a rua General Sampaio seja fechada e as bancas fiquem viradas para a via, ao invés da parte interna da praça, como estava previsto inicialmente.
Ontem, a sessão ordinária da Câmara de Vereadores foi transformada em especial para ouvir os trabalhadores e os secretários municipais do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, e de Segurança e Mobilidade Urbana, Luís Diego Soares. Os dois garantiram a mudança.
Conforme Bayard, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae) foi consultado e não há nenhum empecilho para a mudança. Ele salienta que será encaminhado um projeto de lei para o Legislativo instituindo o Centro Popular de Compras e, a partir da aprovação, não será permitido nenhum ambulante atípico (parado em pontos aleatórios) permanecer no centro da cidade. “Os comerciantes que fazem o deslocamento com os produtos podem seguir com a venda na rua”, disse.
O secretário ressalta que o cadastro de quem deverá ocupar o espaço será realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi). Os critérios prioritários serão o tempo de atuação no setor e o grau de vulnerabilidade social e econômica do grupo familiar.
O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana informa que o estacionamento de motos, que está situado no Calçadão, ficará garantido. Ele disse que a secretaria irá deslocar os estacionamentos para a ruas General Osório e Marechal Floriano. Além disso, serão utilizados os espaços existentes nos canteiros. Soares informa que somente os moradores que colocam veículos em garagens no decorrer da via poderão transitar no local.
As 36 cabines de metal revestidas de chapas de aço e policarbonato começaram a ser montadas na semana passada. As estruturas possuem a largura de 1,5 metro (m) e 2m de profundidade. A proposta é proporcionar uma estrutura harmônica e de qualidade organizando o núcleo central da cidade.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...