ANO: 25 | Nº: 6382
24/04/2019 Cidade

Município deve lançar novo edital para retomada da praça do CEU na próxima semana

Foto: Tiago Rolim de Moura

Obra está parada desde 2015, pois empresa teria utilizado materiais que não estavam previstos
Obra está parada desde 2015, pois empresa teria utilizado materiais que não estavam previstos
A Prefeitura de Bagé se empenha em retomar as obras do Centro de Arte e Esporte Unificado (CEU), no bairro Ivo Ferronato. Segundo o responsável pela Comissão Especial de Licitações da Secretaria Municipal de Gestão Planejamento e Captação de Recursos (Geplan), Armandino Ferreira, um novo certame referente ao projeto está sendo preparado e deve ter seu edital publicado na próxima semana.

No início do mês, a prefeitura realizou uma licitação para escolha da empresa que continuaria a construção. No entanto, conforme explica Ferreira, o processo acabou sendo frustrado, já que a única empresa a participar do processo não foi considerada apta. "Pelos documentos apresentados, a empresa não mostrou que tinha capacidade de realizar aquela obra. Então, estamos adaptando o projeto novamente para publicar um novo edital", declarou o servidor, destacando que a conclusão do Centro é uma das prioridades do governo municipal.

Projeto

A praça integra a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e, inicialmente, estava orçada em R$ 1,9 milhão. A empreitada iniciou em 2013 e parou em 2015 porque a empresa responsável na época teria utilizado materiais que não estavam previstos na construção.

O prazo para conclusão da praça encerraria no dia 30 de dezembro de 2017. No entanto, o município conseguiu postergar esse limite duas vezes, uma ainda em 2017 e outra no ano passado. Com isso, a prefeitura tem até o final deste ano para concluir os trabalhos na área, que possui cerca de três mil metros quadrados.

Até o momento, mais da metade do cronograma já foi cumprido. Porém, os trabalhos foram afetados em janeiro do ano passado, quando houve uma depredação no prédio, que teve as portas, janelas e parquet de uma das salas arrancados e furtados. O gesso foi quebrado e, em algumas peças, foi ateado fogo. A quadra poliesportiva também teve algumas telhas arrancadas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...