ANO: 25 | Nº: 6406
04/05/2019 Cidade

Dia Internacional do Bombeiro é comemorado neste sábado

Foto: Gabriel de Bem/EspecialJM

"Podemos fazer frente a várias ocorrências", garante Sulenir
por Gabriel de Bem
Acadêmico de Jornalismo da Urcamp

Por ser o dia do padroeiro da profissão, São Floriano, que foi um oficial romano que criou um grupo em sua legião especializado em combater incêndios, neste sábado, 4 de maio, é comemorado o Dia Internacional do Bombeiro. Porém, esta data foi instituída em 1999, quando cinco Bombeiros que combatiam um incêndio florestal, na Austrália, morreram quando uma mudança de vento repentina fez com que o caminhão onde estavam fosse cercado pelas chamas.
Em consequência de todas essas razões, é de extrema importância de que se alertem os riscos da profissão. Segundo a major Sulenir Abreu da Rosa, Comandante da 3ª Companhia de Combate a Incêndios, que engloba Bagé, Candiota, Aceguá e Dom Pedrito, há estudos de que o Bombeiro tem a vida reduzida, por causa da intoxicação. "Após o incêndio, até a roupa deve ser retirada, é tóxico. O monóxido de carbono está presente, portanto a gente procura prevenir e dar o maior suporte para o nosso servidor", declara Sulenir.
De acordo com os equipamentos, a Major considera que a unidade bajeense está muito bem equipada, com as devidas ferramentas para atender as ocorrências. "Compramos, recentemente, um guincho com cesto e ele não é só cesto que levanta, ele é um guincho articulado. Então compramos esse caminhão, o qual o bombeiro pode ser erguido com a mangueira", opina. Um dos pontos que a major enfatizou, são os trotes que eles recebem e pede para que não façam esse tipo de ligação. "Ainda temos problemas com trotes, até pedimos que as pessoas evitem de ocupar a linha do 193. Às vezes, crianças fazendo alguma brincadeira, até adultos. A gente se surpreende", fala.
Com relação aos serviços prestados pelos bombeiros locais, estão o combate a incêndios urbanos e rurais, desencarceramento de vítimas de acidentes, salvamento em altura, salvamento aquático, corte de árvores que apresentam riscos a residências e realizam atendimento em relação a animais. Para a Major, o bombeiro nunca para, sempre atendendo uma ocorrência diferente. "Podemos fazer frente a várias ocorrências, porque, normalmente, quando a ocorrência não é de ninguém, é do bombeiro", conta.
Recentemente, o Corpo de Bombeiros se separou da Brigada Militar e, agora, está independente. Agora, com orçamento próprio, o fundo municipal de bombeiros, juntamente com a prefeitura, verificam-se quais são as necessidades e os equipamentos requeridos são buscados. Um dos serviços mais importantes da corporação é a fiscalização dos alvarás de empresas e comércios. Esses alvarás regularizam o comércio e a taxa que é cobrada é revertida em verbas para compras de recursos para a guarnição.
Participação comunitária
Sulenir ressalta, também, a participação da corporação com a comunidade. "Nós temos muito apoio aqui na cidade. A gente opinou na compra do caminhão do Daeb. Ele tem as conexões de bombeiros, então é mais um apoio para nós. Temos uma parceria muito grande no Bombeiro Mirim. Esse projeto começou em 2004 e a gente desenvolve um trabalho de inclusão social. Nós estamos com uma turma agora de 35. É um projeto voltado para crianças de baixa renda de 9 a 12 anos (...) o Programa dá noções e desperta coisas que às vezes faltam, a cidadania, a ética, a moral cívica e o serviço de bombeiro. Lá em Rosário, tinha um menino que era bombeiro mirim e hoje está na tropa", conta a Major.
Para ela, quem quer ser bombeiro precisa ter o desejo de amparar o próximo, muita coragem e estudo. "A pessoa tem que ter o desejo de servir, a alma do bombeiro é dedicada a servir, é a vida pela vida. Na verdade, ela vai ter que entrar em um lugar que todo mundo está fugindo, é um incêndio, que é uma coisa muito violenta. Além de precisar estudar, para passar em um processo seletivo. Tem que ter o ensino médio completo, passar em um teste físico, mas o principal de tudo é ter esse sentimento de servir", ressalta Sulenir.
O atendimento do Corpo de Bombeiros é 24h e o telefone é (53) 3242-5270. A guarnição do Corpo de Bombeiros fica na avenida Barão do Triunfo, nº 561.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...