ANO: 25 | Nº: 6335
12/06/2019 Região

Prêmio de Boas Práticas seleciona projeto de Dom Pedrito

Foto: Divulgação

Iniciativa busca evitar alagamentos através do desassoreamento e limpeza de áreas
Iniciativa busca evitar alagamentos através do desassoreamento e limpeza de áreas
O projeto Readequação e Manejo da Macro e Microdrenagem, desenvolvido em Dom Pedrito, foi selecionado como um dos finalistas da 3ª edição do Prêmio Boas Práticas da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). A entidade divulgou, na manhã de ontem, a lista dos concorrentes.
Para o prefeito da Capital da Paz, Mário Augusto Gonçalvez, "essa é mais uma conquista da Administração, motivo de orgulho para toda nossa equipe e a comunidade pedritense em sabermos que projetos desenvolvidos aqui estejam servindo de exemplo em todo o Estado".
O projeto, que tem a coordenação dos técnicos da Secretaria do Planejamento, Gestão Estratégica e Meio Ambiente e do Departamento do Meio Ambiente, foi implantado, recentemente, através da contratação de empresa que está executando o serviço.
Conforme o geólogo Bruno Menegon, em razão da recorrência de alagamentos e inundações causados pelas excessivas precipitações no município de Dom Pedrito, constatou-se a necessidade de readequações e manejo adequado das drenagens do perímetro urbano de Dom Pedrito. "No projeto, detalhamos também, em imagens, que os danos socioambientais. Podem ser minimizados através da limpeza e desassoreamento. Foram mapeadas áreas com necessidade urgente de intervenção e outras onde necessita desobstrução da microdrenagem com planejamento de uso de hidrojateamento onde não há acesso (ainda a ser executado). As drenagens foram classificadas como boas, ruins e péssimas", explicou o geólogo.
A iniciativa, que será desenvolvida ao longo do ano pela empresa contratada, teve início no dia 24 de abril de 2019, pela Vila Arrué. A limpeza e desassoreamento da macrodrenagem (recursos naturais) está sendo realizada e os resíduos encaminhados para destino ambientalmente adequado. Além disso, o projeto ainda prevê a formação de equipe permanente de limpeza e desassoreamento da microdrenagem urbana e adequação, bem como limpeza da microdrenagem urbana. Outra questão abordada no projeto foi em relação ao recapeamento da rua 21 de abril, onde a manta asfáltica cobre apenas a faixa de rodagem, havendo faixa de acostamento e sarjeta composta de pavimento de pedras irregulares, deixando a mesma permeável, sendo essa, a tendência no município.

Reconhecimento
Concorreram ao 3º Prêmio Boas Práticas da Famurs trabalhos desenvolvidos em 178 municípios. Ao todo, 374 projetos em dez categorias. São elas: Agricultura; Assistência Social; Comunicação Social; Cultura, Turismo e Lazer; Educação; Fazenda; Meio Ambiente; Mobilidade Urbana e Trânsito; Saúde e Segurança Pública.
De acordo com a Comissão Organizadora do Prêmio, esta edição é a que teve maior adesão dos municípios. Em 2018, foram 191 projetos, quase metade das inscrições realizadas neste ano. A divulgação da classificação final e entrega da premiação será na sexta-feira, 5 de julho, às 9h, no Hotel Dall´Onder, em Bento Gonçalves, durante o 39º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...