ANO: 26 | Nº: 6588
28/01/2020 Fogo cruzado

Diretor do Daeb afirma que Fábrica de Bueiros já produziu 700 unidades

Foto: Divulgação

Lelinho contabilizou bueiros encontrados em duas áreas da Prefeitura
Lelinho contabilizou bueiros encontrados em duas áreas da Prefeitura
Por meio de nota divulgada à imprensa, ontem, o diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), Graciano Pereira, informou que a Fábrica de Bueiros produziu 700 unidades desde a retomada dos trabalhos. O gestor também destacou que 412 bueiros já foram instalados, em diferentes bairros da cidade.
A manifestação de Pereira representa uma resposta ao líder do PT no Legislativo, vereador Lélio Lopes (Lelinho), que questionou o que classificou como estoque de 520 bueiros, em duas áreas da Prefeitura. O parlamentar também cobrou a apresentação de um plano de trabalho para a utilização das unidades. “Quero saber para onde vai cada um desses bueiros”, pontuou, em uma publicação através de redes sociais.
Pereira observou, por meio da nota, que o ‘estoque ao qual o vereador se refere, chamado de reserva técnica, é essencial e obrigatório, a fim de garantir a colocação em casos emergenciais, como vem ocorrendo quando há alagamentos em diversos pontos da cidade’. “Além disso, estão guardados bueiros danificados, que foram retirados de obras e substituídos por novos”, garante.
O diretor da autarquia afirma que a reativação da Fábrica de Bueiros foi uma alternativa encontrada para amenizar os problemas de saneamento. Pereira observa que a gestão anterior não utilizava a estrutura, adiantando que a fábrica deve alcançar uma produção diária de 60 bueiros. O diretor menciona, ainda, a fabricação de caixas de hidrômetros, blocos de concreto e caixas de inspeção de esgoto. “Estamos fazendo com responsabilidade, com planejamento, a fim de resolver definitivamente o problema”, enfatiza.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...