ANO: 26 | Nº: 6542
31/03/2020 Cidade

Luís Kalil relata prejuízos com pandemia para mundo da música

Foto: Divulgação

Ruas de Los Angeles estão vazias
Ruas de Los Angeles estão vazias

Residente em Los Angeles (EUA) desde 2017, o guitarrista bajeense Luís Kalil relata que o cenário musical sofreu drasticamente com o surto do coronavírus. “Isso está me deixando um pouco assustado, pois saúde pública é algo muito sério. Tem se espalhado muito rápido. Aqui, a situação está bem caótica, com o pessoal comprando tudo que vê nos supermercados. É um pânico entre as pessoas. No lance econômico, ninguém consegue mais dinheiro. Eu dou aula e ia fazer shows no final de mês. Tinha workshops para fazer, também, mas foram tudo cancelados”, relata.
Assim, Kalil afirma que teve mudar a dinâmica da carreira, para este período, com foco exclusivamente no online. “Vou lançar um curso on-line. Também estou postando algumas lições grátis no YouTube e atendendo alunos no Skype. Esse será o jeito de fazer a roda girar. Até porque, estou casa, tenho que fazer alguma coisa. Felizmente, minha carreira é pautada pela internet. Mas obviamente, não poder sair de casa direito muda nossa vida. Tomara que no Brasil as pessoas de deem conta que a hora de parar tudo é agora”, frisa.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...