ANO: 26 | Nº: 6576
02/04/2020 Esportes

Clubes do interior começam a tomar medidas

Foto: Antônio Rocha

Glória de Vacaria enviou proposta à FGF
Glória de Vacaria enviou proposta à FGF
Sem definição quanto aos rumos da Divisão de Acesso, os clubes vivem um dilema para suprir com seus compromissos contratuais, com jogadores, comissão técnica e demais funcionários. É consenso de todos que a competição não deve retornar neste primeiro semestre. A discussão é quando ela iniciaria no segundo semestre. E há até quem defenda pelo cancelamento.
Mas enquanto essas perguntas não são respondidas, alguns clubes já tomam algumas medidas. Em entrevista para a Rádio Imembuí, de Santa Maria, o presidente do Inter-SM, Jauri Daros, aponta que os times deverão negociar individualmente com os seus elencos. O argumento dele é de que o Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul é subordinado à Federação Nacional dos Atletas. "Cada clube ficará por si negociar com os jogadores. Duas linhas são estudadas junto à FGF para achar um denominador comum pra todos para que o campeonato continue daqui um tempo. Só que neste período temos que amparar os jogadores e funcionários", contou o dirigente.
Vale ressaltar que são cerca de 600 pessoas cadastradas na FGF, entre jogadores e membros de comissões técnicas, que participam da Divisão de Acesso. Uma das alternativas elencadas por alguns dirigentes, inclusive, um deles foi o vice-presidente do Guarany, Jorge Kaé Filho, é de que os profissionais sejam colocados na condição de seguro-desemprego. Mas, para isso, há a necessidade de articulações extracampo.
Nesta semana, o portal PeleiaFC publicou que o Glória de Vacaria encaminhou, ao presidente da FGF, Luciano Hocsmann, uma proposta. Conforme repassado pelo diretor financeiro do clube, Ivar Saraiva, a sugestão aponta como seguintes soluções: postergar a competição; voltar no mês de agosto; dar sequência na pontuação; por fim, subir os dois melhores colocados e ninguém ser rebaixado. Até o momento, a FGF não se manifestou, oficialmente, em relação à proposta.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...