ANO: 23 | Nº: 5623
21/04/2017 Cidade

Valor do cesto básico reduz 4,41% em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Alguns produtos tiveram redução de custos e outros aumentaram
Alguns produtos tiveram redução de custos e outros aumentaram

 

No primeiro trimestre de 2017, houve uma redução de 4,41% nos custos dos produtos do cesto básico em Bagé em relação ao último trimestre de 2016. A pesquisa foi desenvolvido pelos acadêmicos e professores do curso de Administração e divulgada pelo Centro de Ciências Sociais Aplicadas/Consultoria Júnior (CCSA) da Universidade da Região da Campanha (Urcamp).  Neste trimestre, houve oscilações alternadas nos 33 produtos de consumo pesquisados.

De acordo com um dos coordenadores da pesquisa, o economista Ricardo Cougo,  alguns produtos tiveram redução de preços, enquanto outros aumentaram. A  carne apresentou uma redução no seu valor de 2,6% no seu custo ao consumidor.

O arroz teve aumento de 14% e o feijão, que era outro produto que em 2016 teve grande picos de elevação, neste primeiro trimestre de 2017, teve  uma redução e 20,6%. Conforme Cougo, a batata inglesa, outro vilão da cesta básica em 2016, agora teve diminuição recorde atingindo 40,9%

Os produtos de higiene também reduziram de valor e os de limpeza  tiveram pequenas elevações, com exceção do desinfetante, que atingiu o aumento de 36,2%.

Conforme o coordenador, embora as questões políticas institucionais estejam muito vulneráveis com relação ao equilíbrio da economia, existe uma possibilidade de estabilização da inflação. O economista salienta que o valor do dólar também tem oscilado para baixo e está  R$ 3,10. “Isso pode sinalizar um novo rumo à economia brasileira, principalmente em termos de perspectivas para 2017”, admite. O economista salienta que a cesta básica compromete 70% do salário mínimo nacional vigente.  

Os produtos pesquisados foram banana, batata inglesa, tomate, arroz, farinha, feijão, café solúvel, açúcar cristal, óleo de soja, leite, margarina, pão francês e carne bovina e frango, erva-mate, leite, alface, laranja, caixa de fósforo, gás de cozinha, sabonete, desodorante, creme dental, papel higiênico, absorvente íntimo, aparelho de barbear, xampu, sabão em barra e em pó, desinfetante, detergente líquido e esponja de aço.  

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...