MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Urcamp

Acadêmicos de Jornalismo apresentam, em formato online, minidocumentário sobre o Forte de Santa Tecla

Ação faz parte do projeto integrador da Graduação I da Urcamp

Em 17/12/2020 às 02:45h

por Melissa Louçan

Acadêmicos de Jornalismo apresentam, em formato online, minidocumentário sobre o Forte de Santa Tecla | Urcamp | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Acadêmicos junto ao presidente da NPHTT, Jaime Barbosa, e a mentora do projeto, Silvana Carvalho Foto: Divulgação

A partir das 19h desta quinta-feira, dia 17, uma das memórias históricas mais importantes da Rainha da Fronteira será o tema de live promovida pelo curso de Jornalismo da Urcamp. O minidocumentário "Ativando a História - Forte de Santa Tecla" foi produzido por acadêmicos como projeto integrador componente da Graduação I do Centro Universitário.

O projeto contou com monitoria da turismóloga Silvana Carvalho e foi desenvolvido por três alunos do quinto módulo do curso de Jornalismo: Alexandre Bastos, Luana Soares e Milena Tort, sob coordenação do professor Glauber Pereira. O minidocumentário teve como principal fonte o presidente do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda - NPHTT, Jaime Barbosa, falando sobre as origens e a importância do forte e, posteriormente, do sítio histórico.

Pereira destaca que o curso de Jornalismo, dentro das demandas existentes na plataforma Sou I, sempre estimula a construção de projetos que garantam respostas para a comunidade, através de estratégias e desenvolvimento de produtos reais que possam ser realmente aplicados na solução de problemas das entidades.


Desta forma,  o minidocumentário busca auxiliar na divulgação da importância de manutenção da memória do local, para "que lembre a comunidade que o forte foi a origem da história de Bagé e que essa importante história pode remeter a um projeto de revitalização daquela área".

Uma das acadêmicas responsáveis pelo desenvolvimento do projeto, Milena Saraiva Tort conta que além de possibilitar maior visibilidade para o marco histórico, o minidocumentário também teve valor pessoal, já que apresentou, de forma mais aprofundada, a própria história do local e do município em que vive há cerca de dois anos. "Sou de Aceguá e moro em Bagé há mais ou menos dois anos. Já tinha ouvido falar sobre o Forte, mas não conhecia a história em si do local", conta.

Através da elaboração do projeto - que entre relatório térico, reuniões, filmagens, edição e finalização levou cerca de três meses - tanto Milena quanto os demais estudantes tiveram acesso a detalhes da história de Bagé e das lutas que originaram o que o município e seus habitantes são hoje.

Um ponto importante, destacado pela acadêmica, foi a adaptação do projeto ao momento de cuidados aos protocolos sanitários  contra o vírus covid-19. "Foi uma superação realizar o trabalho em meio a uma pandemia, onde tudo era resolvido on-line. Por um momento pensamos que não ia dar para fazer e que teríamos que deixar a demanda para outro semestre", recorda.

Mas prezando pelos cuidados necessários, o grupo conseguiu desenvolver o projeto, que culminou na realização do minidocumentário que será exibido na noite de hoje. "O projeto nos dá a oportunidade de unir teoria e prática atendendo demandas reais, onde nós aprendemos que os riscos e problemas não são sempre ruins, porque, graças a isso, ganhamos experiência e desenvolvimento", finaliza.

A apresentação acontece via Google Meet e foram convidados a participar as  lideranças interessadas em incentivar o projeto do Forte de Santa Tecla, membros do Conselho Municipal de Turismo e Associação Pampa Gaúcho de Turismo - Apatur. Outras pessoas interessadas no assunto também podem participar da apresentação virtual - basta entrar em contato com os acadêmicos ou com o próprio Glauber para solicitar o link de acesso.

Galeria de Imagens
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online