MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Cidade

Comércio projeta boas vendas para o Dia das Mães

Em 08/05/2021 às 06:30h
Jaqueline Muza

por Jaqueline Muza

Comércio projeta boas vendas para o Dia das Mães | Cidade | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Gasto pessoal médio deve ser de R$ 156,23, segundo pesquisa | Foto: Tiago Rolim de Moura

Considerado como o “Natal” do primeiro semestre para o comércio varejista, a celebração do Dia das Mães, comemorada no segundo domingo de maio, pelo segundo ano consecutivo, terá características diferentes. Em 2020, a pandemia estava começando e, este ano, os comerciantes tiveram que se adaptar e, desta vez, preveem boas vendas para a data.

Uma pesquisa da Fecomércio-RS sobre a intenção de compra de consumidores gaúchos para o Dia das Mães em 2021, divulgada em abril, levantou as principais características das vendas que devem movimentar a data em mais um ano atípico. A análise mostra como o consumidor tende a se comportar.

Segundo a pesquisa, com a motivação da data, uma parcela das famílias deve movimentar o varejo, sobretudo nos segmentos dos itens mais procurados: Vestuário (28,6%), Perfumes e Cosméticos (18,7%) e Calçados (9,4%). O número médio de presentes será de 1,02 unidade, sendo que o valor dos presentes deve ficar em torno de R$ 131,09; média que equivale a R$ 123,94 no caso dos presentes individuais e que sobe para R$ 161,24 para os presentes compartilhados, conforme o estudo.

O gasto pessoal médio deve ser de R$ 156,23, com homens gastando mais em média (R$ 196,49) que as mulheres (R$ 110,39). Na comparação com o Dia das Mães do ano passado, a intenção de gastos em 2021 deve ser semelhante às despesas na data em 2020.

De acordo com o gerente de uma loja de vestuário, cama, mesa e banho de Bagé, Matheus Lago, a expectativa para a data é sempre positiva. Ele salienta que a projeção é comercializar o mesmo que em 2019, que foi um ano positivo para vendas.  Segundo ele, houve uma mudança na preferência do público devido à pandemia. “As linhas de pijama, pantufa e roupão estão sendo as mais procuradas.  Tivemos que repor o estoque duas vezes”, salientou.

Outro item que faz parte dos presentes para a mães são as flores. O proprietário de uma  floricultura, Carlos Eduardo Ferraz, ressaltou que as cestas, de vários tipos, bem como os buquês,  são muito procurados, mas, as orquídeas, ainda estão no topo da lista de presentes. “A vantagem é que entregamos no domingo. Estou muito otimista com a data”, relatou.  

Para o presidente da Associação  Comercial e Industrial de Bagé (Aciba), Ricardo Pinto de Souza, a expectativa também é de boas vendas. Ele salienta que a pandemia está deixando sequelas no comércio local e dificuldade nas vendas. Mas ressalta que a antecipação da parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas, anunciada pelo Governo Federal, com pagamento para o final de maio e início de junho, deve incrementar a comercialização. “O Dia das Mães é a segunda melhor data de venda e acreditamos que, com esse incremento, será promissor para o comércio”, destacou.

Galeria de Imagens
Leia também em Cidade
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br