MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Campo e Negócios

Prova de Eficiência Alimentar Angus inicia em Bagé

Em 10/06/2021 às 06:36h

por Redação JM

Prova de Eficiência Alimentar Angus inicia em Bagé | Campo e Negócios | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Disputa reúne 29 exemplares | Foto: Leandro Lunardini

Depois de 20 dias de adaptação à alimentação e às instalações, os 29 reprodutores que participam da Prova de Eficiência Alimentar Angus 2021, promovida pela Associação Brasileira de Angus em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, iniciaram, na terça-feira, dia 8, a fase de avaliação. Os exemplares, que chegaram ao local do teste com peso médio de 501 quilos, passaram para a nova etapa da prova com média de peso de 542 quilos. Ou seja, durante o período de adaptação, os animais tiveram ganho médio total de 40,93 quilos, o que equivale a um ganho médio diário de 2,047 quilos.

Os indicadores, segundo o médico veterinário e gerente de Fomento da Angus, Mateus Pivato, são muito positivos e fazem com que a expectativa para os próximos 70 dias de avaliação propriamente dita seja alta. “Esses resultados nos mostram que os animais estão bem adaptados à alimentação. Esperamos manter esses ganhos médios diários, que são semelhantes aos do teste do ano passado, durante o restante da prova”, acrescentou.

Segundo a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul e uma das coordenadoras do teste, Renata Suñé, apesar das oscilações de temperatura e das precipitações que ocorreram durante os 20 primeiros dias, os animais se adaptaram muito bem às instalações da Embrapa Pecuária Sul, em Bagé, e à alimentação. “Eles mostraram que estão adaptados tanto com o ambiente quanto com o consumo nos cochos e, principalmente, com a intensificação da dieta”, avaliou. O coordenador da Prova de Eficiência Alimentar (PEA) e analista da Embrapa Pecuária Sul, Roberto Collares, ressaltou que os reprodutores apresentam boa velocidade de ganho de peso e que estão muito bem sanitariamente. “Todos os animais que chegaram responderam ao tratamento. A expectativa é que a prova deste ano, assim como a do ano passado, seja um sucesso”.

Neste ano, a prova conta com a parceria da Meat Science Consultoria, que realizou a primeira avaliação de carcaça por ultrassonografia dos animais na segunda-feira (7/6). A empresa também promoverá análise de carcaça dos reprodutores ao final do teste. A prova avalia ainda o Consumo Alimentar Residual (CAR), o Ganho de Peso Residual (GPR) e o Consumo e o Ganho de Peso Residual (CGPR) dos exemplares.

Participam da prova exemplares da Angus Rana, de Tibagi (PR); GAP Genética e Rincón Del Sarandy, todas de Uruguaiana (RS); Cabanha Santo Antão e Fazenda Reconquista, de Alegrete (RS); Cabanhas Santa Joana, Cabanha Albardão e Estância Passo Comprido, de Santa Vitória do Palmar (RS); Cabanha Santa Thereza e Fazenda da Barragem, de Dom Pedrito (RS); além de Cabanha São Xavier, de Tupanciretã (RS), Tólio’s Farm, de Formigueiro (RS), Agropecuária Soldera, de Panambi (RS), Cabanha Santa Nélia, de Jaguarão (RS), e PAP Jacinto Cantão, de Aceguá (RS).

Galeria de Imagens
Leia também em Campo e Negócios
Preço do milho opera abaixo de R$ 90 a saca Há 8 horas
Indicador da soja cai quase 12% Há 8 horas
Sumário de Touros ganha versão digital Há 9 horas
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br