MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Social

Sorriso lindo que será eternizado em nossos corações

Em 23/10/2021 às 00:20h
Viviane Becker

por Viviane Becker

Sorriso lindo que será eternizado em nossos corações | Social | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Arquivo Viviane Becker

A vida pós-morte ainda é um grande mistério, mas independente da opção religiosa que escolhemos seguir, precisamos acreditar que quem parte deste plano vai para um lugar bem melhor. Os últimos dias aqui em Bagé foram marcados pela despedida de mulheres fortes, alegres e iluminadas que construíram bonitas trajetórias e que certamente vão deixar saudades: Norma Vasconcellos, Juçara Sonza e Rosane Pastorini. Na quinta-feira, infelizmente, tivemos que dizer adeus à Alda Magda Assumpção Gaffrée.

Todos os bons sentimentos que extravasavam no seu coração, transbordava em um sorriso lindo e encantador. A pele eternamente bronzeada pelo sol, deixava o tom translúcido do seu olhar, ainda mais belo. Alda optou pelo magistério e dedicou todo seu carinho e apreço aos alunos do ensino público, fato confirmado pelas centenas de mensagens de ex-colegas e alunos que circularam pelas redes sociais lamentando sua passagem, ressaltando sua alegria, leveza e simplicidade.

Aldinha, como era carinhosamente chamada por muitos, atuou voluntariamente na Liga Feminina de Combate ao Câncer e no grupo de Apoio à Santa Casa, onde doava seus serviços e compartilhava da sua agradável e iluminada companhia, com as dezenas de amigas que conquistou ao longo da vida. Era apaixonada pelo mar, uma mãe zelosa, amorosa, incentivadora e eternamente encantada por Antoniella e Mariah. Aqui ela amou intensamente e foi muito amada por essas filhas.

Mas pelos desígnios do destino, algo que não conseguimos compreender, a filha da Dona Marinha precisou partir prematuramente. O que fica é a saudade de uma doce pessoa, uma linda mulher que será sempre lembrada com carinho por aqueles que tiveram o prazer de conhecê-la.     

Galeria de Imagens
Leia também em Social
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br