MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Estado

Determinada ampliação de leitos clínicos e lançado cadastro para profissionais de saúde no combate à pandemia

Em 03/03/2021 às 01:58h

por Redação JM

Determinada ampliação de leitos clínicos e lançado cadastro para profissionais de saúde no combate à pandemia | Estado | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Foto: Divulgação

Diante de taxas recordes de ocupação dos leitos nas UTIs dos hospitais gaúchos (mais de 100% durante o dia e 99% às 20h), e de mortes (185), a Secretaria da Saúde (SES) definiu, em reunião do Gabinete de Crise da SES no final desta terça-feira (2/3), uma série de ações para enfrentar o avanço da pandemia no Rio Grande Sul.

Uma das medidas é a ampliação imediata dos leitos clínicos em hospitais de todo o Estado, em função do aumento das internações de pacientes que precisam desse tipo de leito. Ainda durante a reunião, um ofício foi produzido e encaminhado aos hospitais para que ofertem, no mínimo, 50% dos seus leitos clínicos para tratar pacientes Covid. Com essa ação, a SES espera aumentar para 11 mil a disponibilidade de leitos clínicos no Estado (nesta terça, havia 6.456 leitos clínicos Covid disponíveis no dashboard de leitos). 

“Ainda vamos continuar abrindo mais leitos de UTI, mas o Estado passou de 933 leitos, no início da pandemia, para 2.129, um aumento de 131%. O governo do Estado fez seu papel e mais do que dobrou a capacidade da rede de UTI SUS, e agora espera-se uma maior participação do setor privado e de seus conveniados no atendimento de seus pacientes”, explica a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Para o Diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade, todos os hospitais do Estado devem, a partir de agora, trabalhar em suas capacidades máximas, com ocupações acima de 100%. Precisam suspender cirurgias eletivas, convocar profissionais e usar todos os espaços disponíveis para atender casos de coronavírus. Diversos hospitais estão remanejando áreas de atendimento e até pacientes para abrir novos espaços para dar conta da demanda crescente.

Além de já ter comprado e distribuído 200 camas, 200 respiradores e 200 monitores para instituições hospitalares, a SES está providenciando a compra de mais 60 monitores, 60 respiradores e 57 camas para equipar leitos existentes ou abrir novos. O Ministério da Saúde também está enviando respiradores de transporte para dez hospitais da Região Metropolitana e interior. “Como liberamos esta semana R$ 17,4 milhões para municípios em Gestão Plena, eles podem usar esses recursos inclusive para locar equipamentos, de acordo com a necessidade”, afirma a secretária Arita.

Outras duas estratégias envolvem a reativação do cadastro de voluntários, que reúne pessoas interessadas na missão de salvar vidas, e o lançamento de um cadastro para contratar fisioterapeutas, médicos, psicólogos e outros profissionais da saúde.

“Mesmo com todas essas ações, a velocidade de transmissão do vírus é muito alta, porque esse vírus parece ser diferente, é quase uma outra pandemia. Precisamos da colaboração das pessoas para que os contágios deixem de acontecer. Se puder, fique em casa”, alerta Arita.

Galeria de Imagens
Leia também em Estado
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online