MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Região

Lideranças da região vão propor que Exército assuma a obra da Bagé-Lavras

Em 02/07/2022 às 10:58h
Yuri Cougo Dias

por Yuri Cougo Dias

Lideranças da região vão propor que Exército assuma a obra da Bagé-Lavras | Região | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Representantes farão articulação via Governo do Estado - Foto: Tiago Rolim de Moura/Arquivo JM

O atraso dos trabalhos do asfaltamento da RSC-473, conhecida popularmente como “Bagé-Lavras”, foi assunto recorrente nos últimos dias. Tudo começou quando a comunidade local solicitou esclarecimentos sobre a obra, via Governo do Estado, com base na Lei de Acesso à Informação. Na sexta-feira, 1º, lideranças de quatro municípios impactados com a obra (Bagé, Dom Pedrito, Lavras do Sul e São Gabriel) estiveram reunidos, em Lavras do Sul, junto da comunidade local, e encaminharam duas medidas.

A principal delas é que os prefeitos das quatro cidades definiram que vão buscar uma audiência com o governador Ranolfo Vieira Júnior. A intenção é propor uma parceria para que o Exército assuma a obra, com um convênio que seja aos moldes semelhantes com o que fora adotado em Bagé com a Barragem da Arvorezinha. Porém, como trata-se de uma rodovia estadual, é preciso que a articulação seja feita pelo governo gaúcho, junto ao governo federal. Por isso, a necessidade do diálogo direto com Ranolfo.

Um dos articuladores do movimento, Luís Diego Soares ressalta que, em 2019, quando foi Secretário Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, propôs, ao Estado, essa tentativa de parceria com o Exército. Entretanto, o assunto não foi adiante. Porém, a expectativa, agora, é que, a partir de uma movimentação conjunta, feita por lideranças regionais, é que a demanda possa ter novos desdobramentos.

Para a semana que vem, há possibilidade de vir um representante de Porto Alegre, do Governo do Estado, para uma reunião em Lavras do Sul, junto dos envolvidos com a causa. A intenção é estreitar a abertura das tratativas com o governador e delinear os próximos passos.

Manutenção a curto prazo

Mas enquanto o asfaltamento em si não avança, a comunidade regional reivindica reparos mais imediatos. A manutenção é necessária pelo tráfego diário e, nesse período atual, a situação se multiplica ainda mais, em razão do escoamento da safra. E alia-se a isso as fortes chuvas que costumam ocorrer durante o inverno, o que, naturalmente, acarreta em prejuízos na estrada.

Para viabilizar uma manutenção mais imediatas, os prefeitos da região buscarão uma reunião com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), responsável pela RSC-473. A intenção é tentar formalizar uma parceria, ao qual os municípios poderiam entrar com maquinário e mão-de-obra. O grupo também exigirá à autarquia uma fiscalização mais rígida com a empresa que hoje é responsável pela execução do asfaltamento. Inclusive, não está descartado a análise de exigir com que o Daer tome medidas judiciais, caso se constate que a empresa não está cumprindo com o que fora acordado em contrato.

Galeria de Imagens
Leia também em Região
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 99971-9480

jornal@minuano.urcamp.edu.br
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

jornal@minuano.urcamp.edu.br
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

jornal@minuano.urcamp.edu.br